Português: Mas, Mais e Más – Uso Correto

Olá, vamos assistir um vídeozinho primeiro?

Agora que já introduzimos o tema, vamos verificar como funciona, de acordo com a norma-padrão da língua portuguesa, o uso do “mas”, do “mais” e do “más”?

Esses três vocábulos são muito semelhantes tanto na grafia (escrita) quanto no som (pronúncia), por isso geram muitas dúvidas. Na linguagem informal oral, é muito comum o desvio ao padrão, ou seja, os falantes normalmente deixam de utilizar a regra estipulada pela norma.

Veja também: Atividades uso dos porquês

Você sabe quando deve usar uma ou outra forma? Leia o texto a seguir e observe o uso do “más”, “mas” e “mais”.

Filho de professora de português sofre!
— Já disse que não! Não é não, fui clara?
— Mais mãe, eu quero ir!
— Primeiro, aprenda a falar, depois eu deixo!
— Mais eu já sei falar desde um ano de idade.
— Não, você consegue se expressar, mas não usa a língua de acordo com a norma.
— Que mal pode ter numa festinha de adolescentes?
— Meu filho, você está se tornando cada vez mais impertinente.
Em um ato de rebeldia, o filho disse:
— As mães são muito más…
— Não, as mães só amam demais os filhos e querem protegê-los, vá estudar que você ganha mais!

Você deve ter observado, no texto, o uso de “mais”, “mas” e “más”. Porém, a mãe corrige o filho, pois ele usa “mais” no lugar de “mas”. Vamos observar a regra.

Mais, mas e más: como usar.

MAS: conjunção adversativa

“Mas” é classificado, segundo a morfologia, como uma conjunção adversativa, que exprime a ideia de oposição, contrariedade.

Ela possui o mesmo valor de “porém”, “entretanto”, “contudo”, “todavia”, dentre outras palavras. Por isso, no texto, o filho utiliza indevidamente o “mais” no lugar de “mas”, pois ao tentar argumentar com a mãe, dando justificativas contrárias, deveria usar “mas”.

Exemplos:

  • Ela era bonita, mas solitária.
  • Estava chovendo forte, mas ele foi nadar.
  • As crianças detestam beterraba, mas comeram tudo.

Uma dica para saber quando usar a palavra “mas” é substituí-la, na frase, por “porém”. Se o sentido for o mesmo, o uso do “mas” estará correto.

Exemplos:

  • Ela se sentia mal, mas foi trabalhar.
  • Ela se sentia mal, poréfoi trabalhar.
  • Eu gosto de carne, mas optei pelo peixe.
  • Eu gosto de carne, poréoptei pelo peixe.

MAIS: advérbio de intensidade

“Mais” é classificado morfologicamente como advérbio de intensidade e transmite ideia de quantidade, sendo usado justamente para intensificar algo.

Exemplos:

  • Ele foi quem mais estudou para a prova.
  • O Canadá é um dos países mais desenvolvidos do mundo.

Uma dica para utilizar a palavra “mais” corretamente é substituí-la por seu antônimo “menos”.

Exemplos:

  • As crianças são mais sensíveis que os adultos.
  • As crianças são menos sensíveis que os adultos.
  • Ele quer sempre mais do que tem.
  • Ele quer sempre menos do que tem.

No texto, a mãe utiliza corretamente o advérbio “mais” para expressar intensidade: “os adolescentes são as pessoas mais maldosas; vá estudar que você ganha mais”. Note que o “mais” poderia ser substituído por menos: “menos maldosas”; “vá estudar que você ganha menos”.

MÁS: adjetivo

“Más” é a forma feminina no plural do adjetivo mau. Tem como função qualificar um nome, isto é, dar uma característica negativa. No texto, o garoto utiliza o adjetivo “más” para se referir negativamente às mães: “Másão as mães que não deixam os filhos saírem”.

Exemplos:

  • Aquelas senhoras são muito más.
  • Ele só tem máideias.

Uma dica para utilizar a palavra “más” corretamente é substituí-la pelo seu antônimo “boas”.

Exemplos:

  • As atitudes deles eram extremamente más.
  • As atitudes deles eram extremamente boas.
  • As madrastas foram consideradas más.
  • As madrastas foram consideradas boas.

Atenção: más é a forma plural do adjetivo “má”. Ela é muito má (boa). Elas são más (boas).

Agora, salve em seu computador as folhas e imprima. Caso queira montar suas próprias atividades ou dar continuidade ao conteúdo proposto, disponibilizei a folha de rosto com o cabeçalho e outra somente com a borda pronta. Não distribua o material, apenas compartilhe o link.

SE PREFERIR IMPRIMA EM PRETO E BRANCO

Tati Simões

Tati Simões

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
Pinterest
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias
Parceiras
Visitas
free website counter html code