A origem do dia dos Avós – 26 de julho – bônus: uma lembrancinha


Como surgiu o dia dos avós

Comemoramos no dia 26 de julho o dia dos avós por que nessa data conhecida como o dia da vovó, mas foi criada para homenagear os avós de Jesus Cristo,  Santa Ana e São Joaquim.

É no evangelho de Tiago que encontramos o informações que dizem respeito à sua vida, na verdade é o único registro que encontramos na bíblia sobre os avós de Jesus.

Depois disso, a data tem sido lembrada a cada ano com mais intensidade pelo comércio, da mesma forma que já é feito com o dia das mães, dos pais e das crianças. Esta comemoração é uma forma carinhosa dos netos agradecerem tantos ensinamentos que seus avós transmitem a toda família.

Em muitas culturas, o idoso é respeitado como aquele que transmite conhecimento, além disso sua longevidade é sinônimo de grande experiência.

Não importa se os avós são de uma tribo indígena, africana ou se são anciões na China ou Japão por exemplo, o que importa mesmo é ouvir seus conselhos com atenção e carinho.

Eles são a base de toda família pois auxiliam na educação e criação de seus netinhos e na maioria das vezes, ajudam seus filhos mesmo depois de adultos e já casados.

Por isso, manter esse elo de afeição com os nossos queridos avós é tão importante. Quem ainda tem o prazer de conviver com eles em suas famílias, todos felizes e em harmonia, com saúde e principalmente integrados,  sabem bem do que estou falando.

Já não tenho mais meus avós aqui comigo, porém, guardo com carinho cada ensinamento que recebi deles. Aprendi com minha avó materna D. Lourdes, o gosto pela costura e bordados, já com minha avó paterna, D. Nanci o amor pela comida baiana e a alegria que a música nos trás.

E meu avô Nino, ah, aqueles belos olhos azuis… não tem como esquecer, da mesma forma que os cabelos branquinhos como a neve do meu Avô Rômulo.

O respeito que devemos ter pelos idosos é muito importante pois eles são a herança de nossa família. Todos merecem ser tratados com carinho e muito respeito, ter atenção com eles, ouví-los é muitas das vezes só o que eles querem.

Contar histórias, relembrar é um exercício prazeroso, onde reviver o passado trás brilhos nos olhinhos já cansados além disso, é assim que nos ensinam.

Desta forma, visitando-os sempre, o contato com seus familiares melhora sua autoestima, deixando os felizes e se sentindo muito melhor, esta atitude certamente serão fatores que ajudarão a prolongar a vida.

Há pessoas que desrespeitam os idosos, os pais ou  e até mesmo seus próprios avós, retiram a dignidade de suas vidas, abandonando-os em asilos ou instituições, abrigos para velhos.

Fazendo com que se sintam abandonados, rejeitados, em outras palavras jogados fora fazendo com que percam a esperança de viver.

Atualmente, existe aqui no Brasil o Estatuto do Idoso que são leis que obrigam os filhos a cuidarem dos pais, garantindo melhores condições de vida para aqueles que não conseguem se manter.

Em conclusão disso, não devemos esquecer que um dia, conforme a lei natural da vida, iremos também envelhecer, e seremos nós os avós.

Viva o dia dos avós.



A ideia do dado é brincar de recordar. Junte os netos e os avós, role o dado, quando sair a imagem colorida, são os avós que contam uma história legal da vida deles. Quando sair em preto e branco,  será a vez dos netos relembrarem algo que aprendeu ou um momento que ficou guardado entre eles e seus avós.

Sugiro que grave este momento e salve, será um documentário caseiro inesquecível para todos. Com o passar dos anos, vcs podem juntar todos os vídeos, e reviver essa divertida brincadeira.

 

Veja também:

A origem do dia dos pais 

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
Pinterest
WhatsApp

Deixe uma resposta

Categorias
Parceiras
Visitas
free website counter html code

Coruja Pedagógica © - Todos Direitos Reservados.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.